Sejam bem-vindos ao Pop Creature. Tudo sobre cinema, música e games você encontra aqui!
Acompanhe-nos em nossas redes sociais

“Os Últimos Jedi” é uma ode aos novos fãs da saga Star Wars

A saga Star Wars vem conquistando o mundo desde a década de 70 e os fãs, que cresceram junto com os filmes, são devotos e continuam semeando o seu amor pela franquia até os dias de hoje.

O problema é que, para alguns, não adianta apenas semear coisas boas sobre a saga. Estes fãs também compartilham seu ciúme nas redes sociais desmerecendo os “novos fãs” da franquia, que surgiram após o lançamento de “O Despertar da Força“.

Eis que “Star Wars: Os Últimos Jedi” chega à franquia para colocar ordem na casa e emocionar todos os fãs, sejam eles “velhos” ou “novos”.

“Os Últimos Jedi” tem como ponto de partida a última cena de “O Despertar da Força” e a história se desenrola com muita emoção em torno do trio Rey, Finn e Poe – este último, com muito mais participação no filme.

Enquanto Rey está tentando encontrar o significado da Força com o mestre Jedi Luke Skywalker, Finn e Poe tentam impedir a tropa de Kylo Ren de aniquilar a Aliança Rebelde.

O longa de 2h32min de duração conta com inúmeros takes que percorrem locações maravilhosas para deixar o público delirando ao assistir. O visual é um dos pontos altos e a direção espetacular de Rian Johnson (Breaking Bad) dá um toque extra em tudo o que é colocado em tela.

A tão esperada “última” atuação de Carrie Fisher é homenageada durante quase todos os minutos de filme. A atriz, mais conhecida como a princesa Leia Organa, agora assume o posto de General da Aliança Rebelde. As cenas mais emocionantes de “Os Últimos Jedi” existem por conta dela e Carrie nos entrega uma das melhores atuações do longa. Contei, ao assistir, três cenas tão bonitas que é IMPOSSÍVEL não chorar. #MayTheForceBeWithYou

Os Últimos Jedi” enaltece os grandes nomes da franquia, como o Mestre Yoda e Darth Vader, mas também deixa a lição de que o novo precisa ter a chance de mostrar seu lugar na história. Star Wars precisou dessa chance em 1977 e se tornou um fenômeno mundial, não é mesmo?!

É lindo ver em tela a passagem do passado pro futuro, do antigo pro novo. Luke Skywalker com Rey e Han Solo com Poe Dameron são só algumas das comparações que podemos fazer. É impossível não sentir neles a essência dos icônicos e cultuados personagens.

Há uma legião de novos fãs de Star Wars surgindo, sejam eles adultos ou crianças. Eu surgi com eles e digo que me senti completamente representado em “Os Últimos Jedi”. O filme inteiro te conduz para a cena final, mas nada pode te preparar para tanta emoção!

Star Wars: Os Últimos Jedi” é uma ode à nova geração de fãs da franquia, mostrando que é possível seguir em frente sem deixar a beleza do passado para trás.

Escrito por Marcelo Rogério

Geek, carioca, idealizador do Pop Creature, amante de raposas e Lana Del Rey e colecionador assíduo - vulgo viciado - de blu-rays e Funko!